Mundial Sub 17 movimenta a economia e cria ambiência de investimento para o esporte capixaba

12 de novembro de 2019

Ações fazem parte de estratégia da Federação de Futebol para médio e longo prazo

 A exemplo de 2014, quando o Espírito Santo foi centro de treinamento das seleções da Austrália e Camarões durante a Copa do Mundo da FIFA no Brasil, o estado foi novamente incluído no principal evento do futebol mundial com a realização do Mundo Sub-17 da FIFA.

A realização do Mundial em solo capixaba aconteceu através do trabalho de articulação da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES) junto à CBF e FIFA, e, segundo o presidente da entidade, Gustavo Vieira, faz parte de uma estratégia para criar uma ambiência de investimentos no esporte local, além de ampliar a visibilidade do estado dentro do segmento esportivo.

“Foram meses de negociação e articulação de forma sigilosa junto a CBF e FIFA para que pudéssemos captar o evento para o nosso estado até que tivemos a confirmação de que seríamos uma das três sedes do Mundial. Os principais objetivos quando iniciamos este processo eram o de criar uma ambiência propicia para investimentos futuros no futebol capixaba, levar os torcedores para o estádio, principalmente os atletas das categorias de base dos nossos clubes filiados, além de promover o Espírito Santo para todo o mundo. E todos foram plenamente atingidos!”, disse o presidente da FES, Gustavo Vieira. Ainda de acordo com o Presidente da FES, embora o projeto já tenha efeitos relevantes de imediato, as ações foram realizadas focando em resultados a médio e longo prazo.

Outros segmentos também saíram ganhando com a realização do evento no estado, o que aponta também a importância do esporte na economia geral. Somente com os gastos diretos com turistas, segundo estimativa do Espírito Santo Convention & Visitors Bureau (ESC&VB), houve movimentação da ordem de R$ 23 milhões na economia capixaba, com a estadia de hotéis, restaurantes e o comércio em geral. Apenas com hospedagens das comissões técnicas, avalia-se aporte de cerca de R$ 3 milhões.

RECONHECIMENTO

Foto: Gilson Borba

De 27 de outubro a 10 de novembro, a Copa Sub-17 2019 teve 16, dos 36 jogos da primeira fase, realizados no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica. As seleções de Argentina, Camarões, Chile, Coréia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Ilhas Salomão, Japão, México, Tajiquistão e Senegal protagonizaram as partidas, que tiveram a melhor média de público na primeira fase em todo o Brasil, com média de 4.138 torcedores em 12 confrontos, e público total de 49.655 pessoas.

O sucesso de público foi comprovado por sua presença nos jogos, e com ele também houve o reconhecimento do estado como uma boa praça esportiva. O Diretor de Operações do Comitê Organizador da competição, Ricardo Trade, conta que do lado de fora do estádio, os torcedores circulavam com segurança e praticidade para a compra de ingressos na bilheteria.

“O COL se sentiu muito à vontade em atuar aqui. Ambiente de paz, de tranquilidade, a segurança funcionou extremamente bem, não teve nenhum problema de violência, as pessoas tirando fotos e deixamos nosso legado, como a iluminação adicional no Kleber Andrade, fibras no gramado, um gramado melhor, irrigação, materiais esportivos, banco de reservas, traves, tudo isso fica para o futebol capixaba”, revelou o Diretor.

Trade ressaltou a importância da Federação de Futebol capixaba na atração e na condução do mundial. “É importante parabenizar o presidente da Federação, Gustavo Vieira, que mostrou a força política da entidade junto à CBF e o apoio que tem. A estrutura da FES ficou a nossa disposição e a entidade conseguiu o maior índice de adesão aos projetos sociais do Mundial. Houve a participação das crianças que não tinham condições e receberam ingressos para assistir jogos memoráveis, em um gramado muito bom. O trabalho do Gustavo levando esse evento, nos ajudando com a Secretaria de Estado de Esportes (Sesport), não só com Cariacica, mas também na Grande Vitória, foi bem bacana”, afirmou.

Foto: Hélio Filho

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também se mostrou satisfeita com os resultados conquistados na sede capixaba. O presidente da entidade, Rogério Caboclo, ressaltou o envolvimento da torcida local. “Parabenizo a Federação de Futebol do Espírito Santo e o torcedor capixaba pela excelente recepção ao Mundial Sub-17. Da estrutura ao entusiasmo com que receberam mais uma Copa do Mundo em nosso país. O torcedor brasileiro se sente representado pela maneira ordeira e apaixonada com que o povo do Espírito Santo se engaja com o futebol. Já havia sido assim na bela celebração da final do Campeonato Brasileiro Sub-17. E, agora, nas 16 partidas da Copa do Mundo Sub-17″, afirmou. 

Base capixaba marcou presença nos jogos

Outro ponto a favor do esporte local foi o envolvimento das categorias de base dos clubes filiados nos jogos do mundial. Com o intuito de ampliar o conhecimento dos envolvidos nas categorias de base do futebol capixaba, a FES também proporcionou espaço aos filiados.

“A escolha da cidade de Cariacica da sede para um Mundial Sub-17 deixará um legado, além das adequações do Kleber Andrade às exigências da FIFA, aos atletas da base do Vilavelhense, bem como técnicos e comissões técnicas, que puderam ver esquemas táticos e preparação de equipes. Atletas da base do Vilavelhense participaram como prestadores de serviço dentro da competição, vendo de perto os futuros atletas de seleções de seus países e relataram como foi importante para eles. Parabéns à FIFA pela organização e parabéns à Federação de Futebol do Espírito Santo, pelo apoio prestado à competição. Que venham novas competições mundiais em nosso estado”, declarou o presidente do Vilavelhense, Miguel Trés.

Projetando futuro nos sonhos de cada atleta, os dirigentes estão encantados. “Agradeço à Federação de Futebol do Espírito Santo por ter cedido alguns ingressos para alguns jogos da Copa do Mundo Sub-17, realizada aqui no Kleber Andrade, onde proporcionou muita experiência para os atletas de 10 a 17 anos, onde eles puderam presenciar um evento de uma magnitude mundial, uma organização FIFA onde mostra os principais atletas de base, que vem agregar esportivamente e culturalmente para nossos atletas. Obrigado à FIFA também por escolher o Espírito Santo para realizar esse grande evento”, disse Vinícius Coelho, presidente do Porto Vitória.

Foto: Porto Vitória Futebol Clube

O nível das partidas e do que havia no estádio, é diferencial para a continuidade de projetos na base do futebol capixaba. “Confesso que fiquei surpreso com o interesse despertado na garotada da faixa etária entre 14 e 17 anos. Não imaginava que fosse despertar tanto interesse. Muito bacana a gente ver uma competição organizada pela FIFA, onde tudo funciona e é bom sempre ficar alguma coisa aqui desse nível para a gente. Queria parabenizar a Federação, a presidência da Federação e o empenho, porque não é fácil ser sede de uma competição mundial, de coração! Foi um chute lá no o ângulo, onde não tem como ninguém pegar”, frisou Rogério Pedrini, presidente do Tupy. (Foto: Esporte Clube Tupy

Agradecimento

A realização de partidas em Cariacica-ES, contou com o apoio do Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, do Vice-presidente da CBF, Marcus Vicente, do Secretario de Estado de Esportes Junior Abreu (Sesport), da Prefeitura de Cariacica, do Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Polícia Federal,  Polícia Rodoviária Federal, Infraero, Guardas Municipais de Cariacica, Vitória, Vila Velha, Serra, e outras importantes entidades coordenadas com maestria pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp).

 


Próximos jogos

Estadual Sub 11
Campo do Caxias, Vitória

Estadual Sub 11
Campo do AERT, Serra

Estadual Sub 13
Campo do Caxias, Vitória

Estadual Sub 13
Campo do AERT, Serra

Copa ES Sub 17
José Olimpio da Rocha, Aguia Branca

Copa ES Sub 17
Campo do Caxias, Vitória

Copa ES Sub 17
Robertão, Serra

Copa ES Sub 17
Gil Bernardes, Vila Velha