Atlético Itapemirim estréia em casa na Copa Verde contra o Brasiliense

31 de janeiro de 2018

No jogo de ida das oitavas de final da Copa Verde 2018, o representante do Espírito Santo, Clube Atlético Itapemirim recebe o Brasiliense, no Estádio José Olívio Soares, em Itapemirim -ES, logo mais às 16h30. A partida será comandada por um trio da Federação Mato-Grossense.

Rodrigo da Fonseca Silva apita a partida auxiliado pelos assistentes Marcelo Grando e Eduardo Teodoro Rodrigues. O quarto árbitro é José Wellington Bandeira, do Espírito Santo.

De acordo com o regulamento da Copa Verde, os gols marcados fora de casa são critérios para desempate, em caso de igualdade na soma dos resultados das duas partidas. Caso persista o empate, a vaga para as quartas de final será decidida nas penalidades máximas. O jogo de volta acontece no dia 14 de fevereiro, no Distrito Federal.

O vencedor do confronto entre Atlético-ES e Brasiliense encara quem avançar do duelo entre Cuiabá e Operário-MT.

Evento de lançamento

O vice-presidente da Federação de Futebol do Espírito Santo, Júlio Peixoto, esteve presente no grande evento, na manhã desta terça-feira (30) que  marcou o lançamento da Copa Verde 2018. No Palácio da Justiça, em Rio Branco, capital do Acre, o presidente em exercício da CBF, Antônio Carlos Nunes, abriu a cerimônia com um discurso que reforçou a importância da preservação ao meio ambiente, essência da competição, e anunciou as novidades para esta temporada. O evento contou com a presença de autoridades locais e presidentes de federações.

A campanha “Lixo Zero” segue na Copa Verde 2018, mas será ampliada. Com o apoio da Caixa Econômica Federal, a coleta seletiva será realizada em todos os estádios que receberem jogos da competição. As atividades já foram realizadas, inclusive, na Fase Preliminar, nos duelos entre Princesa do Solimões e Interporto e Corumbaense e Ceilândia. Outra ação que será potencializada é a do concurso de redações sobre sustentabilidade em escolas públicas. Enquanto 20 colégios participaram em 2017, a quinta edição da Copa Verde prevê um alcance superior a nove mil escolas.

O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, fez um paralelo da Copa Verde no cenário do futebol na América do Sul e falou sobre as novidades da competição para esta temporada 2018.

– Estamos conversando com a Conmebol, com a FIFA, e passando essa experiência inédita: a Copa Verde como laboratório de experiências ambientais. Esse ano está introduzida a coleta seletiva de lixo em todos os estádios. Com apoio da Caixa Econômica, passando diretamente a cooperativa de catadores. O concurso público agora será em nove mil escolas. Ou seja, expandindo muito as fronteiras, inclusive até dos próprios estados que compõem a Copa Verde. A Copa Verde já avançou muito na questão ambiental e agora está centrada em buscar a sustentabilidade financeira para, por via de consequência, melhorar a performance e a participação dos próprios clubes – afirmou.

A Copa Verde 2018 segue com o “Carbono Zero” e continuará promovendo a troca de garrafas PETs e latas de alumínio por ingressos para os jogos. Sucesso em edições anteriores, os copoecos, os ingressos de papel semente e o cartão verde também continuam nesta temporada.

Na condição de anfitrião do evento, o presidente da Federação de Futebol do Acre, Antônio Aquino Lopes, mostrou grande alegria por receber o evento de abertura da Copa Verde 2018 e falou sobre a importância da competição para os clubes do seu estado.

– É motivo de muita alegria, o Acre é um estado que preserva o meio ambiente e receber o lançamento da Copa Verde na nossa cidade é um orgulho muito grande. Queríamos agradecer ao presidente Nunes por todo o apoio da CBF e essa visita que está nos fazendo, por transformarem o Acre na capital do futebol na data de hoje – destacou.

Outro anfitrião do dia, o prefeito de Rio Branco (AC), Marcus Alexandre, destacou a histórica relação do estado com a preservação ambiental.

– A Copa Verde é a grande vitrine para o Norte, Centro-Oeste, Espírito Santo… Oportunidade dos clubes locais participarem de uma competição nacional importante. Quero agradecer a vinda de todas as federações e ao apoio da CBF. Rio Branco recebeu o lançamento da competição e isso só reforça o nosso compromisso com o meio ambiente e as ações de sustentabilidade – declarou.

Edson Duarte, representante do Ministério do Meio Ambiente, também participou do evento de lançamento. O deputado federal destacou a parceria entre a CBF e o Governo Federal para o desenvolvimento da Copa Verde.

– É uma competição tão importante que reúne, além das autoridades esportivas do país e das federações estaduais, três ministérios: do esporte, meio ambiente e educação. O concurso de redação esse ano vai envolver algo em torno nove mil escolas, em onze estados. E isso traz para esta competição, por si só, um grande resultado e um grande legado sócio ambiental – acrescentou.

Na noite desta quarta-feira (31), cooperativas de coleta de lixo locais estarão na Arena da Floresta para realizarem a reciclagem dos resíduos e conscientização dos torcedores. A ação será desenvolvida durante a partida entre Atlético-AC e Santos-AP.

 


Próximos jogos

Estadual Série A
Kleber Andrade, Cariacica

Estadual Série A
Municipal Zenor Pedrosa, Nova Venécia

Estadual Série A
Sumaré, Cachoeiro de Itapemirim

Estadual Série A
Kleber Andrade, Cariacica

Estadual Série A
Engenheiro Araripe, Cariacica

Estadual Série A
Engenheiro Araripe, Cariacica

Estadual Série A
Kleber Andrade, Cariacica

Estadual Série A
José Olimpio da Rocha, Aguia Branca