Vitória supera o Rio Branco, nos pênaltis, e conquista o título da Copa ES Unimed Sicoob

1 de agosto de 2022

Fotos: Henrique Montovanelli

O Vitória conquistou o título da Copa ES Unimed Sicoob, em uma final emocionante e histórica, que contou com a primeira utilização do sistema de árbitro de vídeo (VAR) no futebol capixaba. Após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, o time alvianil superou o Rio Branco AC nas cobranças de pênalti, por 4 a 2, no estádio estadual Kleber Andrade, no sábado (30).

Como campeão, o Vitória se classificou para a Copa do Brasil 2023 e lucrou mais R$ 50 mil de premiação. O Rio Branco AC, com o vice-campeonato, ficou com a vaga para a Copa Verde do ano que vem e com o prêmio de R$ 20 mil.

Foi o quarto título de Copa ES do clube de Bento Ferreira, também campeão em 2009, 2010 e 2018, e o segundo Vi-Rio em final da competição.

O Vitória abriu o placar com menos de um minuto de jogo, com Matheus Costa, após lançamento preciso de João Paulo. Depois disso, as equipes criaram oportunidades e o árbitro de vídeo (VAR), comandado por Dyorgines Padovani, trabalhou em lances importantes, anulando gol ilegal do Rio Branco e auxiliando o árbitro de campo, Arthur Gomes Rabelo, na marcação de pênalti para o time capa-preta, que converteu a cobrança com Rafinha e deixou tudo igual, já nos acréscimos do segundo tempo.

Nas penalidades, Rafinha e Maurício, para o Rio Branco, e Gabriel Fernandes, para o Vitória, desperdiçaram as cobranças. O lateral-esquerdo Dodô cobrou com precisão para encerrar as cobranças, por 4 a 2, e comemorar o título alvianil.

“Aconteceu um lance infeliz comigo, estava com os braços abertos e o juiz acertou em marcar o pênalti, o VAR foi competente. Mas graças a Deus eu sempre treinei pênalti e Ele pode me honrar, fui competente para bater o pênalti. Eu falei que seria o quinto, que bateria e a gente seria campeão”, comemorou Dodô, que havia sido personagem no lance do gol do Rio Branco.

O presidente da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES), Gustavo Vieira falou do trabalho para viabilizar o VAR e avaliou a Copa ES Unimed Sicoob: “Como já constava em regulamento que a final seria com jogo único no Kleber Andrade, a gente teve tempo de trabalhar essa questão, visto que o estádio é único (no Estado) homologado pela FIFA e pela CBF para receber o VAR. A Copa ES cumpriu seu papel de dar calendário às equipes filiadas, foram 14 equipes disputando esse título. Foi uma competição de alto nível e tivemos um clássico Vi-Rio, um clássico centenário, na final”.

O presidente do Vitória, Rodolfo do Carmo, parabenizou a FES pela organização e falou sobre o planejamento do clube para a próxima temporada, quando o clube disputará a Série D do Campeonato Brasileiro – vaga conquistada com o vice-campeonato estadual – e a Copa do Brasil: “A gente já tem um planejamento bastante antecipado, tem mais ou menos 16 atletas com contrato renovado até o final do ano que vem, e agora tem mais fôlego e recurso para continuar montando nosso plantel”.

 


Próximos jogos

Copa ES Sub 15
Camp Nou – Barcelona, Serra

Copa ES Sub 15
Campo do América - Olaria, Guarapari

Copa ES Sub 17
Camp Nou – Barcelona, Serra

Copa ES Sub 17
Campo do América - Olaria, Guarapari

Copa ES Sub 17
Municipal Zenor Pedrosa, Nova Venécia

Copa ES Sub 17
José Olimpio da Rocha, Aguia Branca

Copa ES Sub 17
Campo do Paul, Vila Velha

Copa ES Sub 15
Municipal Zenor Pedrosa, Nova Venécia