Campeão da Série B, Vilavelhense projeta temporada 2021

25 de novembro de 2020

Foto: @rpfotografiaesportiva

O Vilavelhense está de volta ao Capixabão e o planejamento para a temporada 2021 está de vento em popa. O presidente do clube, Miguel Trés, garante que o troféu e o acesso representam muito nas expectativas da diretoria e dos torcedores. Para o gestor, levantar a taça da Série B é resultado de ideias implementadas há pelo menos três anos, já que o time estava fora da elite do Estado desde 2011. E para isso, foi preciso mudar.

“O título conquistado este ano representa o fim do ciclo de planejamento elaborado em 2017, quando decidimos que o Vilavelhense deveria ter uma casa. Hoje temos o nosso CT no Bairro do Ibes (em Vila Velha) e dentro deste planejamento estava o fortalecimento das categorias de base. Em nosso elenco da Série B 2020 haviam 30 atletas, 20 atletas oriundos da nossa base”, revelou.

Para disputar o Capixabão, conversas entre os dirigentes vão acontecer nos próximos dias. “O planejamento para 2021 será elaborado a partir de 1º de dezembro, quando nos reuniremos para definir a estratégia para 2021, não só para a Série A, mas também o planejamento para as categorias de base, tendo em vista as diversas competições organizadas pela Federação”, destacou Miguel Trés.

Segundo o gestor do Vilavelhense, o momento é de prosperidade para a equipe, torcida e também investidores. “A conquista do título e o acesso nos permitirá elaborar um projeto de patrocínio para o ano de 2021. Visitaremos as empresas de Vila Velha e, se alguma empresa de fora do município se interessar, faremos o contato. Esperamos que esta pandemia passe logo e que os torcedores possam retornar ao estádio para nos apoiar”.

Campanhas

As campanhas dos dois times foram as melhores na primeira fase. O Pinheiros teve oito vitórias em oito jogos e terminou invicto com 24 pontos conquistados, 21 gols marcados e dois sofridos. Já o Vila foi o segundo colocado, com 12 pontos, encerrando a parte inicial do campeonato com quatro vitórias e quatro derrotas. O time fez oito gols e sofreu dois.

O Verdão do Norte eliminou o Espírito Santo S.E. na semifinal. Os confrontos entre as duas equipes na competição foram interessantes: na sexta e na décima rodada, o Pinheiros venceu. Primeiro, fez 5 a 0 no Justiniano de Melo e Silva, em Colatina. Depois, venceu por 1 a 0 no Estádio João Soares de Moura Filho, em Pinheiros. Já na disputa pela vaga na final, o Espírito Santo S.E. venceu o adversário por 1 a 0 em casa, mas na volta o placar foi favorável para o rival em 3 a 2. Pela campanha na primeira fase, o Pinheiros avançou após o empate na soma dos resultados.

Disputa acirrada foi entre Vilavelhense e S.C. Capixaba na competição, tanto pelo lugar no G-4, tanto nos confrontos diretos. Na primeira partida, ainda na fase inicial da Série B, o Vila venceu por 4 a 1 na quarta rodada. Já no returno, na nona rodada, foi a vez do alvirrubro vencer por 1 a 0. Na semifinal, vitória de 1 a 0 para cada, sacramentando a classificação do time canela-verde pela segunda melhor campanha.

Os finalistas da Série B 2020 se enfrentaram pela primeira vez antes da pandemia da covid-19, no dia 9 de março, pela segunda rodada. O Pinheiros venceu por 2 a 0 no Kleber Andrade. Na sétima rodada, em outubro, mais uma vez o Verdão do Norte levou a melhor: 2 a 1. Mas, na decisão, o Vilavelhense faturou a taça vencendo as duas partidas pelo placar de 2 a 0 em cada uma.