Quarteto capixaba participa de qualificação para a ferramenta VAR

28 de fevereiro de 2020

Três árbitros capixabas e um observador vão participar da formação continuada para a qualificação do uso da ferramenta VAR (árbitro de vídeo). Experientes, os profissionais terão um estudo aprofundado em níveis e propósitos diferentes, numa parceria entre a FIFA e a Conmebol. Marcos André Gomes, Dyorgenes Padovani, Fabiano Ramires e Vanderson Zanotti são os selecionados e as atividades iniciam no dia 2 de março.

“É sempre importante a arbitragem capixaba estar inserida nesse contexto da vanguarda da capacitação da arbitragem nacional, principalmente agora com a questão do VAR. Eles estão sendo treinados e capacitados para atuarem na Série A do Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil, que tem o VAR como elemento a mais. A dinâmica é diferente, eles estão sendo preparados para atuar como árbitro em partidas com VAR ou assistente de VAR. Para atuar na Série A, tem que ter esse conhecimento técnico. Vão trazer uma visão diferente para o futebol capixaba”, avaliou o presidente da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES), Gustavo Vieira.

O instrutor Marcos André Gomes está na turma que fará o curso entre os dias 2 e 6 de março, no nível de observadores. Já Dyorgenes Padovani e Fabiano Ramires, vão cursar para nível de aperfeiçoamento, entre os dias 14 e 18, e 19 e 23, respectivamente. Para nível de habilitação, Vanderson Zanotti entra em sala de aula no dia 24 de março até 4 de abril.

Marcos André Gomes está na turma do Rio de Janeiro e os demais em Águas de Lindoia (SP).

“A arbitragem é cada vez mais exigida, cada dia mais policiada. A exemplo do próprio VAR, nosso campeonato tem jogos, o que é bom para criar um acervo de imagens para trabalhar posteriormente. Em contrapartida, o árbitro hoje está mais exposto a tudo, todo mundo tem um celular, pega uma jogada aqui e ali. A vida do árbitro não está fácil. O árbitro tem que estar cada dia mais preparado e capacitado para atuar numa partida profissional. Isso que a gente está buscando fazer através das nossas pré-temporadas, nossos ciclos de capacitação que ocorrem aqui, com imagens dos nossos campeonatos. O investimento da arbitragem é um caminho positivo”, afirmou o presidente da FES.